Juninas em casa: receitas rápidas e dicas para acertar no preparo dos pratos típicos

Manifesto #JuntosNaJunina, da indústria de alimentos Santa Helena, ajuda na tarefa ao compartilhar o passo a passo de pratos com sabores típicos dos festejos. Também tem receita em libras.


Cozinhar é um prazer que vem sendo cada vez mais explorado durante a quarentena. E neste período de São João (caseiro), preparar quitutes típicos pode ser mais simples do que o esperado. Com a ajuda dos utensílios certos e de um micro-ondas, dá para replicar bastante dos pratos mais famosos, mas tem um elemento ainda mais importante para ajudar na tarefa: uma boa receita. Por isso, no hotsite do manifesto #JuntosNaJunina, da Santa Helena, serão postadas até o mês de julho o passo a passo para o preparo de alguns dos sabores mais conhecidos desses festejos.

De acordo com Gisele Souza, criadora do Receitas de Minuto e também quem irá elaborar essas receitas, para reproduzir com sucesso a culinária junina em casa é preciso investir em pratos com os quais tenha familiaridade. Entre as opções listadas por ela, arroz doce, cachorro quente, tortas de liquidificador, pastéis e milho cozido. Apostar em outros sabores tradicionais e em itens que já vêm prontos do mercado são boas opções “Assim não se perde tanto tempo na cozinha e tem mais espaço para a diversão”, comenta.

Agora, para quem quer se aventurar no preparo dos quitutes, o primeiro mandamento é justamente respeitar o passo a passo da produção culinária. Optar por reproduzir sabores conhecidos é também uma saída, para que exista uma referência sobre o resultado final. “A dica, então, é sempre seguir a receita! É um clichê, eu sei, mas o que mais acontece é as pessoas mudarem ou retirarem um ou outro ingrediente, pular um passo e depois tudo dar errado. Então, leia mais de uma vez a receita e separe o que vai precisar antes de começar”, pontua Gisele.

Também entrarão no site do manifesto as tradicionais iscas de frango crocante, que levam na composição um dos produtos mais presentes nas festas juninas, o amendoim. O grão estará presente ainda no arroz doce que a Gisele produzirá especialmente para o manifesto. Para aquecer a estação mais fria do ano, outra receita que será publicada é de um chocolate quente com Paçoquita. 

Além disso, a Santa Helena também ajudará a promover a festa junina de quem se comunica usando a língua de sinais. Com uma parceria com o canal do Youtube Cozinhando em Libras, o primeiro canal de receitas em libras do Brasil, disponibilizará uma receita de pudim de Paçoquita.

Todos os pratos são práticos para serem replicados de casa e podem ficar ainda mais simples com a ajuda do micro-ondas. Gisele afirma que dá para preparar uma boa parte deles no equipamento, inclusive o arroz doce com amendoim. Para isso, explica ela, é preciso conhecer bem o eletrodoméstico. “Tudo que se faz no fogo pode ser reproduzido no micro-ondas. Nele, o milho cozido fica pronto muito mais rápido, por exemplo. O segredo para essas receitas funcionarem é entender que as potências desses equipamentos mudam. Ainda, é preciso redobrar a atenção durante o preparo.”

Outra orientação para quem pretende se aventurar na cozinha é pensar na quantidade de alimentos, que precisa ser suficiente para servir a todos que estão na quarentena juntos e farão parte da comemoração. Gisele dá a dica de escolher um prato principal, ter no mínimo uma fatia de bolo para cada um e calcular uma média de 100g por pessoa dos doces típicos, como paçoca e pé de moleque. “Mas isso é uma base, o importante mesmo é conhecer quem estará no festejo, já que será uma reunião íntima e dá para se ter uma ideia de quem come mais ou menos”, diz ela.

O público que preparar essas e outras receitas características do São João poderá participar do manifesto postando nas redes sociais as fotos dos pratos prontos com a hashtag #JuntosNaJunina. É mais uma maneira de incentivar outras pessoas a fazer a sua própria festa.

Para outras informações sobre o manifesto e dicas sobre como fazer um arraial em casa, divertido e temático, além de ter acesso às receitas, visite o endereço www.juntosnajunina.com.br. Na página, a partir de um quiz rápido, dá para receber também sugestões de kits juninos exclusivos que ajudarão nessa difícil tarefa de identificar a quantidade certa de produtos para o festejo. Há opções ainda para quem prefere fazer as compras dos produtos Santa Helena nos vários pontos de vendas abastecidos e espalhados pelo Brasil. 

“As juninas são um patrimônio cultural do Brasil, evocam memórias afetivas e ajudam a unir as pessoas. Por isso fizemos o manifesto. E muita coisa ainda vai acontecer por meio dessa iniciativa”, garante Tiago Garcia Leal, gerente de marketing e inovação da Santa Helena.

Sobre a Santa Helena

Desde 1942, quando foi criada por José Marques Telles, a Santa Helena trabalha para levar aos lares brasileiros e de países como o Japão, Uruguai e Estados Unidos produtos de qualidade e inovadores à base de amendoim, prontos para o consumo.

Atualmente, a empresa mantém um portfólio diversificado e com marcas consagradas, tal como a Paçoquita e o Mendorato, itens que são referência de mercado. Mantém ainda uma linha completa de alimentos saudáveis, a marca Cuida Bem. No total, a indústria tem 160 produtos.Com sede em Ribeirão Preto, interior do estado de São Paulo, a companhia conta com mais de mil colaboradores e está entre as melhores empresas para se trabalhar e iniciar a carreira, segundo guia elaborado pela Você S/A. Saiba mais acessando www.santahelena.com.
Compartilhe no Google Plus