Witzel recebeu quase 1 milhão em dinheiro vivo quando era juiz federal, diz empresário


Em depoimento feito ao MPF, segundo apurou o Diário Potiguar, Edson Torres, empresário que foi denunciado por organização criminosa ao, supostamente, associar-se a Wilson Witzel (PSC), governador afastado do Rio de Janeiro, teria dado, com mais um empresário, uma quantia de quase 1 milhão de reais (980 mil) em dinheiro vivo. Isso teria acontecido, segundo informações, antes do início da campanha eleitoral.


O governador afastado do RJ, como mencionado, já foi juiz Federal e negou a acusação.
Compartilhe no Google Plus