Atividade física regular pode evitar morte por câncer de mama

Pesquisa diz que uma em cada dez mulheres brasileiras poderia ter se salvado se não fosse sedentária

Praticar atividade física com regularidade pode evitar a morte de mulheres pelo câncer de mama. É o que revela pesquisa divulgada na revista Nature, que teve participação do Ministério da Saúde no Brasil. Com dados de 2015, a pesquisa constatou que uma em cada dez mulheres vítimas do câncer poderia ter evitado a morte se praticasse pelo menos 150 minutos por semana de alguma atividade física. Cerca de 2.075 mulheres poderiam ter se salvado.

Foto: JBLM PAO/Flickr-CC

A médica Isabela Panzeri Carlotti Buzatto, da Divisão de Mastologia e Oncologia Ginecológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP, analisou o estudo.

Ela explica porque a atividade física pode efetivamente evitar a morte em alguns casos de câncer de mama. Para a médica, as políticas públicas devem intensificar o alerta do sedentarismo como fator que contribui para as mortes por câncer de mama.

JORNAL DA USP
Compartilhe no Google Plus