Brasil participará do primeiro Women Economic Forum realizado no Equador


O fórum será realizado pela primeira vez no Equador em 11 de novembro, liderado por Catalina Cajías, diretora do WEF Equador 2021
  • É esperada a participação de aproximadamente 88 mil participantes de mais de 19 países, que poderão acompanhar 119 palestrantes em 29 painéis durante mais de 11 horas de transmissão.
  • O Brasil será representado por mulheres que são referência em suas respectivas áreas: Lilian Schiavo, Embaixadora Institucional do IBREI e Luciane Fornari, empresária e CEO da Fornari Indústria.

  • O fórum será realizado pela primeira vez no Equador em 11 de novembro, liderado por Catalina Cajías, diretora do WEF Equador 2021.

Pela primeira vez, o Equador organizará o maior fórum mundial sobre temas relacionadas à liderança e empoderamento feminino: o Women Economic Forum, composto por mais de 250.000 membros de 150 países, é a maior plataforma internacional onde mulheres de todas os âmbitos podem expandir suas oportunidades de negócio, sua influência e rede de contatos, ao mesmo tempo em que são inspiradas por algumas das mulheres de negócios, autoras, líderes de opinião e celebridades mais bem-sucedidas do mundo. O evento equatoriano será realizado virtualmente em 11 de novembro de 2021.

O Brasil estará representado graças à participação de três mulheres importantes em suas respectivas áreas.

Liliane Schiavo, presidente da OBME, membro do Conselho Consultivo do IBREI, Conselheira do Instituto SuperEco e Embaixadora Institucional do Chile no IBREI. Além disso, recebeu diversos prêmios como o Diploma da Ordem do Mérito Feminino pela Academia Brasileira de Ciências, Artes, História e Literatura e o Prêmio Brasil Esperança.

Luciane Fornari, CEO e cofundadora da Fornari Indústrias. Empreendedora, sócia da Mulheres na Exportação e embaixadora do WEF Equador no Brasil.

“O rápido crescimento do WEF permitiu viabilizar a liderança feminina e incrementar sua influência em todo o mundo por meio do intercâmbio de conhecimento entre mulheres que inspiram outras. Líderes reconhecidas e bem-sucedidas como ganhadoras do Prêmio Nobel, governantes e especialistas de diversos setores se conectarão do Equador com o mundo todo”, disse Catalina Cajías, diretora do WEF Equador, referindo-se à importância deste evento para o país.

O Equador foi selecionado por seus atributos e em aliança com a organização All Ladies League, um movimento multinacional que conecta mulheres além das fronteiras e traz novas e maiores oportunidades para o país. “Nosso objetivo é a integração dos setores público, privado e terceiro nível, tornando-se um ícone para a região. WEF Equador será o 54º capítulo dos eventos realizados ao redor do mundo. Nosso tema principal é: Reafirmar, enfatizar e reconhecer a inclusão da mulher na economia”, explicou a diretora sobre o propósito da reativação econômica que a região necessita no pós-pandemia.

Para Cajías, o WEF Equador 2021 será uma oportunidade de participar de conversas de personalidades de classe mundial, que compartilharão seus conhecimentos e experiências para continuar transformando os ecossistemas, divulgando iniciativas que buscam o progresso econômico e a inclusão da mulher, partindo como aprendizado de boas práticas, reflexões e conexões. Um encontro de fala hispânica, que aborda temas como negócios, política, liderança, igualdade de gênero e sustentabilidade.

Para esta nomeação, está prevista a participação de mais de 88 mil participantes de mais de 19 países, que poderão acompanhar os 119 palestrantes em 29 painéis durante mais de 11 horas de transmissão.

O evento foi lançado em 10 de setembro no Hotel Casa Gangotena e contou com a presença de líderes importantes de vários setores que patrocinam, promovem, impulsionam e colaboram com o WEF Equador, como: Schlumberger, Kreab, Renault, Casa Gangotena, Arca Continental, ISM Academy, Ceres, ATREVIA e Banco Solidario, entre outros.

Para participar do Women Economic Forum basta se inscrever por meio do link https://wefecuador.com/.

Sobre WEF Equador

O WEF Equador é formado por um Conselho de Administração com líderes influentes do país que mobilizam a participação da comunidade empresarial e empresarial, profissionais da área gerencial - executiva, homens e mulheres de língua hispânica e sociedade civil interessada nos temas da atualidade.

O comitê diretivo celebra o Fórum Econômico das Mulheres Equador 2021 “que fortalece a inclusão, a diversidade e destaca a importância do compromisso como ferramenta para estabelecer e cruzar pontes multiculturais e multigeracionais, com a segurança de que a reativação econômica e social da região é alcançada a partir da integração e impacto com as melhores práticas para inovação e geração de mais oportunidades”.

Mais informações nas redes sociais: @wefecuador no Instagram, WEF Equador no Facebook, WEFEcuador no LinkedIn e WefEcuador no Twitter.

Sobre Catalina Cajías

Catalina Cajías é a primeira equatoriana a chegar ao WEF na Índia e que, após liderar várias delegações como Equador, Costa Rica e Espanha em diversos fóruns pelo mundo, convenceu a organização a estar no Equador.

Cajías tem se comprometido com a liderança, a inclusão e a equidade de gênero e por isso promove diversas iniciativas para o desenvolvimento humano sustentável, promovendo novas ações de crescimento no âmbito internacional. Seu trabalho foi reconhecido internacionalmente como: Mulher Influente 2020, Mulher Excepcional de Excelência, Mulher Ícone Criando um Mundo Melhor para Todos, Mulher Ilustre, Prêmios Honorários Waw, entre outros. Sua missão é construir uma América Latina mais unida para fortalecer os laços de crescimento e progresso, e hoje ela dirige o Women Economic Forum Equador 2021 junto com sua equipe.

Outras palestrantes que participarão do WEF Equador 2021:
  • Harbeen Arora, criadora do WEF, uma das 100 pessoas mais emblemáticas do mundo.
  • Jossep Altmman, ex-primeira-dama da Costa Rica e secretária regional da Flacso.
  • Rita Mishaan, do Ministério de Relações Exteriores da Guatemala e ganhadora de prêmios na França.
  • Nuria Vilanova, presidente do Conselho Empresarial Alianza por Iberoamérica (CEAPI), presidente e fundadora da ATREVIA, agência global de comunicação.
  • Yanire Braña Meets Community, reconhecida pela NN. UU e Forbes como uma das 60 Top mulheres do setor Jurídico.
Compartilhe no Google Plus